Visite nossa
loja virtual
 
 
30.Mai - Evangelho do dia: João 21,20-25
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
 
Evangelho



Voltando-se Pedro, viu que o seguia aquele discípulo que Jesus amava (aquele que estivera reclinado sobre o seu peito, durante a ceia, e lhe perguntara: “Senhor, quem é que te há de trair?”). Vendo-o, Pedro perguntou a Jesus: “Senhor, e este? Que será dele?”. Respondeu-lhe Jesus: Que te importa se eu quero que ele fique até que eu venha? Segue-me tu”. Correu por isso o boato entre os irmãos de que aquele discípulo não morreria. Mas Jesus não lhe disse: “Não morrerá”, mas: “Que te importa se quero que ele fique assim até que eu venha?”. Este é o discípulo que dá testemunho de todas essas coisas, e as escreveu. E sabemos que é digno de fé o seu testemunho. Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever.

Comentário

No final do Evangelho de São João, temos uma lição de vida por nosso Mestre. São Pedro tinha acabado de ser confirmado como chefe do “rebanho” da Igreja. Jesus profetizou que o apóstolo chegaria até à velhice. Depois de ter tido conhecimento disso, São Pedro quis saber se também São João chegaria a uma idade avançada. Jesus, porém, dá-lhe uma resposta cujo conteúdo é uma lição para nossa vida: “Que te importa se quero que ele fique assim até que eu venha?”. (v. 22). Também nós, dentro de nosso coração, gostaríamos de saber o que nos acontecerá no futuro. Ora, como disse Jesus, esta ansiedade sobre o futuro é perda de tempo. Por quê? Porque nosso futuro a Deus pertence. Se alimentarmos essa curiosidade, sofreremos por antecipação acerca de fatos que não sabemos se acontecerão!