Visite nossa
loja virtual
 
 
07.Ago - Evangelho do Dia: Mateus 16,24-28
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
 
Evangelho

18ª SEMANA DO TEMPO COMUM ou S. Sisto II, Pp. e CompsMts. ou S. Caetano, Presb. (MFacs.)

Em seguida, Jesus disse a seus discípulos: “Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Porque aquele que quiser salvar a sua vida, irá perdê-la; mas aquele que tiver sacrificado a sua vida por minha causa, irá recobrá-la. Que servirá a um homem ganhar o mundo inteiro, se vem a prejudicar a sua vida? Ou que dará um homem em troca de sua vida?... Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai com seus anjos, e então recompensará a cada um segundo suas obras. Em verdade vos declaro: muitos destes que aqui estão não verão a morte, sem que tenham visto o Filho do Homem voltar na majestade de seu Reino”.

Comentário

Quando fomos batizados, passamos a pertencer ao Corpo Místico de Cristo. Se até então tínhamos procurado unicamente salvar a própria alma e procurar a própria santificação (o que não deixa de ser correto), passamos, além disso, a comprometer-nos com todos os outros membros desse Corpo e com sua santificação. Jesus nos tinha aconselhado: “Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Porque aquele que quiser salvar a sua vida irá perdê-la; mas aquele que tiver sacrificado a sua vida por minha causa irá recobrá-la” (vv. 24-25). Sacrificar a vida por causa de Cristo significa ter coragem de entrar pela porta estreita. O Mestre nos preveniu: “Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição e numerosos são os que por aí entram” (Mt
,13). Entrar pela porta estreita é pensar nos outros, estar disposto a ajudá-los e servi-los gratuitamente, ou seja, sem esperar recompensa alguma.