Visite nossa
loja virtual
 
 

O que a Bíblia nos ensina sobre a Quaresma?

14.Fevereiro.2020
 

A Quaresma é o tempo litúrgico que antecipa todo o período da Semana Santa, da morte e da ressurreição de Cristo, em que a Igreja convida os católicos a prepararem seus corações para viverem, de corpo e alma, o real sentido da Páscoa. 

Com início na Quarta-feira de Cinzas, depois do Carnaval, e duração até a Quinta-feira Santa, é um momento especial de conversão e reconciliação com Deus e os irmãos, fazendo acontecer uma dinâmica batismal - da morte à vida -, de forma que o nosso pecado vá morrendo e, sejamos ressuscitados com Cristo para a verdadeira vida.



Continue a leitura e saiba, com mais profundidade, o que a Bíblia nos ensina sobre o tempo quaresmal! 


A história


Historicamente, a Quaresma começou por volta do ano 350 d.C., como uma forma dos cristãos se lembrarem do valor do arrependimento. No início, a rigidez dos 40 dias era vista como semelhante ao modo de viver das pessoas no Antigo Testamento, que jejuavam e se arrependiam em sacos e cinzas (Ester 4,1-3; Jeremias 6,26; Daniel 9,3). No entanto, com o passar dos séculos, valores muito mais "sacramentais" foram se desenvolvendo. 

Só em meados da década de 70, a prática começou a ser conhecida e vivida pela comunidade católica do Brasil que, desde 1962, como forma de unir a oração e a prática do Evangelho, instituiu a Campanha da Fraternidade. Tal como a conhecemos hoje, ela tem a missão de levar os fiéis a refletirem, rezarem e darem suas ofertas para a conscientização de problemáticas sociais que distanciam a humanidade de Deus. 



Por que 40 dias?




É só buscar na Bíblia para ver o quão significativo é o número 40. Lembremo-nos dos fatos: Israel passou 40 anos no deserto, o dilúvio teve duração de 40 dias, mesmo período de Moisés no Monte Sinai, de Elias para percorrer o caminho até Horeb e, principalmente, foram 40 dias que Jesus passou no deserto, se preparando para sua missão e, enfrentando inúmeras provações. 



E, assim, desde o século IV, a Quaresma acontece por 40 dias, tempo que vai da Quarta-feira de Cinzas até a Páscoa. Inspirados na passagem de Cristo pelo deserto e, como forma de lembrarem-se do arrependimento de seus pecados, durante este período, a maioria dos católicos segue, com afinco, a prática do jejum, da oração e da abstinência. Sobre esses assuntos, falaremos a seguir.

Como viver a Quaresma

?


A Quaresma é um tempo de graça, tempo da manifestação de Deus. Neste período, somos levados a seguir Jesus em seus últimos momentos de vida para, junto Dele, aprendermos o que, verdadeiramente, significa ter amor e misericórdia. 


Compreendendo que do pó viemos e, ao pó voltaremos, por 40 dias somos desafiados a enfrentar as tentações mundanas para vivermos uma fase de profunda reflexão, conversão e purificação. É uma caminhada com subidas íngremes até o mais alto grau do amor que se concretiza na cruz. 



A seguir, listamos algumas atitudes que podem lhe ajudar a viver melhor e, com propósito, este tempo quaresmal!

⬩ Pratique o silêncio



Ao longo desses 40 dias, aproveite para silenciar um pouco, fugir da correria cotidiana, criando um clima de interioridade. É tempo de ouvir o que Deus tem para nos dizer e, também, de enxergar o que na nossa alma precisa de conversão. Sozinho(a), analise suas condutas e perceba onde está falhando. Conheça qual é o seu defeito predominante e faça um plano para lutar contra ele. 

“Se examinássemos a nós mesmos, não seríamos condenados” (I Cor 11,31).

⬩ Separe um tempo para a oração



Sabe-se que, muitas vezes, começar essa caminhada e manter o olhar voltado para a prática da oração pode parecer difícil, todavia, é necessário. Como um alimento que sustenta o nosso corpo e nos mantém de pé, orar sustenta a nossa fé. Assim, aproveite estes dias para rezar e conversar com Deus. Estabeleça um horário e um lugar confortável que lhe permita dedicar-se de todo o seu coração. É algo realmente valioso!

⬩ Busque a confissão



A Quaresma é um excelente momento do ano para realizar aquela confissão que já vem sendo adiada há tempos (não é verdade?). Revise os mandamentos de Deus e da Igreja para enxergar, com mais clareza, os seus pecados. Não deixe para a última hora! Procure o sacerdote da sua comunidade e peça ajuda dele para que, auxiliado pela graça desse sacramento, você possa colher todos os frutos deste tempo.

⬩ Perdoe



Tempo de pedir perdão e também, de perdoar. Se você tem alguém a quem precisa perdoar, peça a Deus a graça de conceder esse perdão. Caso tenha sido você quem feriu alguém, dê o passo em direção à pessoa. É hora de reconstruir as pontes de reconciliação!

 

⬩ Pratique obras de misericórdia



Durante o tempo quaresmal, se proponha a fazer obras de misericórdia. Visite um doente, leve um pouco de felicidade a um asilo, promova alguma ajuda concreta a uma família mais carente, como a doação de cestas básicas ou através de roupas que você já não usa mais. Acredite: não há nada que pague o sentimento de poder fazer algo de bom para o próximo!



⬩ Jejue



Embora não seja mais obrigatório, o jejum ainda é uma prática tradicional dos católicos no tempo de Quaresma. Trata-se de uma maneira de penitência pelo pecado, assim como de estar unido a Jesus, que passou 40 dias jejuando no deserto. A forma mais comum é abstendo-se de alimentos que, verdadeiramente, farão falta no seu dia a dia. Contudo, em vez de abrir mão de algo, fazer é também uma opção. Cada um de nós tem algo que custaria muito realizar por 40 dias seguidos. Quando oferecemos esse esforço em amor a Deus, estamos fazendo um sacrifício. Qual pode ser o seu?

⬩ Fortaleça-se de conteúdo



Existem dois tipos de leitura a serem feitas no período quaresmal: a Palavra de Deus e livros que ajudem a alimentar a vida espiritual. A Editora Ave-Maria possui ambos. Mas, para esse tempo, há um especial para fortalecer-se espiritualmente por meio da prática diária de contato com Deus: 40 Dias de Oração e Libertação, da Irmã Zélia.  Clique aqui e confira! 




"Se, portanto, ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus. Afeiçoai-vos às coisas lá de cima, e não às da terra. Porque estais mortos e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, vossa vida, aparecer, então também vós aparecereis com ele na glória" (Cl 3,1-4).

E aí, pronto(a) para viver esse tempo quaresmal? Lembre-se em concentrar-se no arrependimento dos pecados e em consagrar-se a Deus. A Quaresma não é um momento para tentar ganhar o favor Dele, sequer de aumentar o Seu amor. O amor de Deus por você não poderia ser maior do que já é!

Continue a navegar pelo nosso blog e confira ainda muitas outras publicações que vão ajudar a aprofundar sua caminhada na fé.



 
 
 
 
Comente com o facebook